Artigo: Errar é humano e pode trazer crescimento

0

Por Cláudia Del Corto

Qual das afirmações abaixo mais identifica sua postura quando uma nova questão ou problema se apresenta em sua vida?

“ Uso somente conhecimentos que são familiares, pois a possibilidade de erro implicará em correção posterior. ”

“Uso o que já sei, mas gosto de experimentar novas abordagens, mesmo sob o risco de errar e precisar corrigir posteriormente.”

Pode-se dizer que a primeira afirmação corresponderia a uma postura de “evitação”, enquanto a segunda corresponderia a uma postura de “experimentação”.

As maneiras de encarar novas situações são aprendidas desde cedo e a maneira como nossos “erros” são assimilados e interpretados também tem um papel fundamental na forma de agir de cada um de nós.

Ao valorizar apenas os acertos e desqualificar os erros, encorajamos uma postura mais conservadora e menos flexível na resolução de problemas.

Quando valorizamos o processo de pensamento, mesmo que ele tenha sido considerado “errado”, favorecemos uma postura mais corajosa e criativa diante dos desafios.

Experimente perguntar às crianças e aos jovens o que pensaram quando escreveram uma resposta a alguma pergunta que lhes foi feita. Estando certos ou não, a grande maioria irá pegar a borracha para apagar tudo o que fez até então, o que demonstra que precisamos rever urgentemente nossa postura em relação a eles.

Devemos encorajar e valorizar o pensar diferente, as maneiras alternativas para chegar a um resultado, as tentativas e erros no processo, bem como a atitude de persistir. Caso contrário, estaremos valorizando uma cultura de pouco crescimento intelectual e diminuindo as possibilidades de aprendizado.

Pergunte o que seu filho/aluno pensou quando respondeu determinada questão, independente do fato de a resposta estar certa ou não. Proponha pensarem juntos outras respostas possíveis e construam um caminho no qual o erro possa ser visto como uma possibilidade criativa e transformadora rumo à novos aprendizados.

Cláudia Del Corto é pedagoga com especialização em psicopedagogia e psicanálise. 

Atendimento no Urbanova: Avenida Antônio Widmer, 827 – Sala 6 – Urbanova

(12) 99139-3609

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here