Semana se encerra com 6 acidentes de trânsito no Urbanova

0

Entre os dias 2 e 8 de dezembro foram registrados 6 acidentes de trânsito no Urbanova, sendo 5 na Av. Lineu de Moura e 1 na Av. Shishima Hifumi.

Ao longo da semana noticiamos 5 ocorrências, porém recebemos informações e fotos de mais uma batida na Lineu de Moura, na curva após rotatória do bairro (sentido centro). Esse caso aconteceu na manhã de sexta-feira (6).  O motorista perdeu o controle do carro e bateu em uma árvore.  Ele relatou que não estava correndo e acredita ter perdido o controle por conta de uma poça d´agua pois o dia estava chuvoso.

As publicações sobre os acidentes repercutiram muito, com centenas de comentários. A maior parte atribuindo a responsabilidade dos acidentes à Prefeitura. Falou-se em instalação de mais radares, em implantação de lombadas e redução do limite de velocidade. Vale ressaltar que a Av. Lineu de Moura conta com 2 radares fixos com câmeras.

A Av. Lineu de Moura é dividida em duas partes: uma que vai do Thermas do Vale à rotatória do Jardim do Golfe e outra que vai da rotatória até a ponte. Nesse primeiro trecho, a velocidade é 50 km devido às escolas presentes na via e demanda de travessia de pedestres na rotatória do Jardim do Golfe e Clube Santa Rita. Após a rotatória a velocidade passa a ser 60 km.

Outros internautas apontam os motoristas como únicos responsáveis por tantos acidentes. Excesso de velocidade, falta de atenção, uso do celular ao volante e dirigir embriagado foram algumas das situações apontadas.

Os acidentes também levantaram a discussão sobre o acesso único ao bairro. Sempre que acontece um acidente ou obra, o congestionamento que se forma atrapalha a rotina dos motoristas e oferece riscos em casos de emergências.

A população estimada do Urbanova é de 15 mil pessoas e há um grande fluxo de pessoas que trabalham ou circulam pelo bairro em função dos hospitais, escolas, clubes, comércios e universidade.

No mês de junho, o Prefeito Felício Ramuth esteve no bairro em uma reunião aberta. Em evidência estiveram perguntas sobre o novo acesso, transporte público e perturbação de sossego. A necessidade de uma alternativa de acesso foi apontada por diversos participantes, mas o Prefeito admitiu que não há prazo para execução apesar do projeto estar em estudo. O Secretário de Mobilidade Urbana, Paulo Guimarães explicou que os estudos se referem a via Noroeste, que ligaria a futura continuação da via norte pelo banhado, seguindo paralelo à Avenida Anchieta, passando pelo entorno do Esplanada do Sol. Está prevista a construção de uma nova travessia sobre o Rio Paraíba, chegando ao condomínio Alphaville, no Urbanova. O custo estimado para essa obra é de 40 milhões. Atualmente existem mais de 20 milhões depositados pelos empreendimentos do Urbanova desde 2009 como contrapartida, que podem ser utilizados somente para essa finalidade.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here